terça-feira, 3 de julho de 2018

Após exonerações e decreto de situação de emergência, Prefeitura de Lagoa eleva número de contratados e comissionados


POR: Genésio Oliveira EM 3 de julho de 2018 - Categoria: Lagoa

A elevação do número de servidores contratados e comissionados vem chamando atenção na gestão do prefeito de Lagoa, Gilbertinho Leite (MDB). De acordo com os dados do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres) do Tribunal de Contas do Estado, houve um aumento considerável nas despesas com funcionários.

Em janeiro deste ano, após a emblemática renúncia do ex-prefeito Toinho Alípio (PSB), o comando do poder Executivo foi assumido pelo então vice-prefeito Gilbertinho, que teve como primeira medida da gestão exonerar todos os detentores de cargos comissionados e decretar situação de emergência no município.

A Prefeitura de Lagoa tinha em janeiro deste ano 24 servidores comissionados, mas em abril, esse número foi elevado para 82, equivalendo a um aumento em torno de 240%. Outros números encontrados mostram que os contratados, que são temporários, aumentaram de 9, em janeiro, para 60 funcionários, em abril.

Veja os dados abaixo:



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *